ìndice

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

SÍNDROME DO "FIM DE ANO"

Mais um ano está no fim... e com ele surge, para muitos, a sensação de não se ter cumprido todos os deveres, executado todas as tarefas, essa sensação chega a ser tão angustiante que as pessoas podem entrar em um  estado depressivo nesta época. 
Tudo que acaba, mesmo que nos trazem questionamentos, nos leva a uma análise  até mesmo nos não filósofos. Tipo: O que somos? Para onde vamos? O que vamos fazer? O que seremos? Então o fim do ano nos leva a refletir sobre um tempo que se foi e queremos saber o que fizemos e o que deixamos de fazer.
Podemos encontrar vários tipos de manifestações da “síndrome de fim de ano” são dois principais. O primeiro um estado parecido com a depressão, mas não é depressão, é uma  tristeza, uma sensação  de vazio, uma falta de não sei o que.
Nesse período é comum à introspecção, as pessoas questionam significados que até então elas atribuíram como natural à sua vida. Na maioria das vezes o sentido encontrado passa a não ser suficiente para cobrir esse vazio e esse mal-estar.  Geralmente, nesse momento, é comum as pessoas se apegarem muito ao que falta, ou seja,  as passam a acreditar que a “falta” é realmente do que não tem, das pessoas que perderam, saudade, planos e desejos não realizados, daí  o aumento da  tristeza da nostalgia e da angústia.
O segundo podemos considerar extremo, porque estamos pensando em uma oposição, enquanto o estado depressivo estaria próximo da tristeza, da falta e do vazio, esse que podemos chamar de compulsão  já se aproxima mais da euforia da  ansiedade. 
Essa sensação  é principalmente  alimentada pelo ato de consumir, no qual as pessoas aderem com extremo  entusiasmo essas datas “festivas” objetivando  acabar com o vazio. Dessa forma parece haver uma tentativa de negar, de camuflar o que falta,  com festas e presentes e todo o tipo de objetos de consumo. Mas nem sempre é possível o consumo na quantidade desejada, e isso gera uma angústia nas pessoas. E mesmo aderindo a esse consumo, após as compras, sempre vem uma falta e esse sentimento de vazio pode surgir na ressaca: as dívidas, ou mesmo a ressaca do álcool.
As  pessoas podem iludir euforicamente que tudo pode mudar num passe de mágica, da noite para dia, o que leva muitos a adotarem comportamento supersticiosos, não percebem que a mudança  não acontece no fim de ano, mas a cada dia e que DEVE ser construída, com muito trabalho e dedicação.
Somos livres se formos conscientes do que nos faz agir de uma ou de outra forma, podemos  escolher entre várias alternativas para direcionar a nossa vida. Você pode mudar seu projeto a hora que desejar. O importante é que suas escolhas sejam as melhores para o momento e importantes  para você. Ter consciência de suas escolhas é o primeiro passo para a sua realização pessoal, assim como para poder alterar essas escolhas até mesmo no minuto seguinte, a vida é um projeto sempre esperamos o “vir a ser” nunca somos nada, sempre estamos tudo.

Você fez tudo que podia fazer...se acha que poderia  ter feito mais, se programe e faça! Não fique a se lastimar pelo que não fez, o tempo não volta e enquanto você reclama ele passa também.

CONTATO COM A NATUREZA MELHORA O DESEMPENHO CEREBRAL

Cientistas americanos afirmam que o contato com a natureza aumenta os níveis de concentração e a memória. Apenas uma hora caminhando pelo campo já seria suficiente para melhorar o desempenho do cérebro em 20% – caminhar por ruas movimentadas de uma cidade, por outro lado, não tem nenhum efeito benéfico sobre o cérebro. As informações são do jornal britânico Telegraph.

Os pesquisadores da Universidade de Michigan concluíram que o contato com a natureza é revigorante porque permite que as pessoas “se desliguem”, enquanto o ambiente urbano exige atenção constante dos pedestres.

Marc Berman, um dos cientistas envolvidos no estudo, sugere que o contato com a natureza, seja passando alguns dias no campo ou apenas caminhando em um parque, pode ajudar a curar a fadiga mental. Ele afirma que os resultados da pesquisa não são subjetivos, e que os efeitos sobre a memória e a atenção são reais, de acordo com o Telegraph.

A pesquisa, publicada na revista Psychological Science, também aponta melhoras na memória e atenção de pessoas depois de elas simplesmente olharem fotografias de natureza.

(fonte Terra)

domingo, 18 de dezembro de 2011

NATAL SUSTENTÁVEL


Natal

Neste período, motivadas pelas promoções de final de ano, pelo espírito natalino e por facilitadores, como o décimo terceiro salário, as pessoas sentem-se impulsionadas a consumir.
Consome-se hoje 25% a mais do que a Terra consegue renovar. Confira14 dicas para que as festas de fim de ano sejam especiais e, acima de tudo, conscientes.

1 - Planeje suas compras
O ponto de partida é o cuidado com as compras, justificadas pelas emoções que afloram no Natal. Comprar por impulso pode causar problemas que vão desde o desperdício até o endividamento. Por isso, planeje suas compras, avalie os impactos do seu consumo e pense se realmente o produto ou serviço é necessário.

2 – Inove
Dar e receber presentes é tradição no Natal. Porém, o presente está muito mais relacionado ao sentimento do que ao preço ou à tecnologia. Então, inove. Dê presentes artesanais feitos por comunidades tradicionais ou presentes produzidos a partir de produtos reciclados feitos por cooperativas ou entidades do terceiro setor. Para as crianças, caso opte por brinquedos, prefira os educativos.

3 – Confeccione um presente
Se tiver tempo, use a criatividade e faça você mesmo o presente que for dar aos seus amigos ou familiares. Assim, além do objeto material, seu presente será carregado de afeto.

4 – Diga não aos produtos piratas
Evite a tentação do preço baixo. Não compre produtos piratas ou contrabandeados. E não esqueça de pedir nota fiscal.

5 – Opte por empresas que se preocupam com o ambiente e o desenvolvimento social
Informe-se e escolha produtos de empresas social e ambientalmente responsáveis. Caso tenha dúvidas, consulte o Guia de Empresas e Produtos do Instituto Akatu (www.centroakatu.org.br).

6 – Organize-se e faça reservas para as contas do início do ano, como o IPVA e o IPTU
Cuidado com as finanças. O fim de ano é um dos períodos em que o consumidor mais entra no vermelho, por gastar além do que pode. Faça as contas e não gaste além do necessário e de suas possibilidades. Procure comprar à vista e pedir descontos. No caso de compras a prazo, verifique a taxa de juros e pense bem se a despesa está adequada ao seu orçamento de 2011. Faça uma reserva para os pagamentos de início de ano, como IPVA, IPTU e despesas com educação.

7 – Atenção para as embalagens
Outro importante ponto que deve ser levado em consideração pelos consumidores conscientes são as embalagens. A maior parte do lixo produzido no Brasil é embalagem que descartada gera gastos públicos em limpeza, além de impactos ambientais. Opte por embalagens duradouras ou mais simples e que possam ser reutilizadas. O que não puder ser reaproveitado, separe e encaminhe para reciclagem.

8 – Dê preferência às árvores de Natal naturais
Cuide da natureza e evite a geração de lixo. Reaproveite a árvore de Natal dos anos anteriores, caso tenha usado uma artificial. Porém, caso você realmente precise de uma árvore nova, opte por uma natural e plantada. Após as festas, replante-a em um espaço maior para que ela possa crescer. Procure informar-se se a árvore escolhida é nativa do Brasil e apropriada para sua região.

9 – Reaproveite os enfeites
Procure reaproveitar os enfeites usados em anos anteriores. Caso compre novos, prefira os artesanais ou feitos a partir de materiais recicláveis. Após as festas, guarde os adereços com cuidado e reutilize-os no próximo Natal.

10 – Não desperdice energia
Para os que usam luzes como enfeite de Natal, a dica é apagar todas antes de dormir, evitando o desperdício de energia elétrica.

11 – Pratique a solidariedade
O que não tem serventia para você pode ser muito útil para outros. Doe o que não lhe serve mais e alegre o Natal de outras pessoas.

12 – Na hora da ceia
Não exagere! Compre a quantidade de alimentos que realmente será consumida, evitando desperdícios. Evite comer e beber em excesso para aproveitar o Natal sem desconfortos e possíveis problemas, além de manter a forma física e a família unida.

13 – Cultive bons sentimentos
Lembre-se: há coisas que, por um milagre, quanto mais consumimos, mais se multiplicam. Por isso, neste Natal consuma exageradamente amor, beleza, alegria, amizade, carinho, delicadeza, sensibilidade, compaixão, respeito e justiça.

14 – Conscientize as pessoas que convivem com você
Aproveite a festa natalina para disseminar o consumo consciente aos seus amigos, colegas de trabalho e familiares. Esse é o melhor presente que você pode dar à humanidade.

Conteúdo Editorial: Instituto Akatu

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

MANIFESTAÇÕES NA USP

Eu continuo indignada!!!!
Não somente com a postura dos alunos da USP ou com a postura dos policiais, mas com a postura da sociedade civil que poderia aproveitar essa brecha para discutir  sobre a liberação ou não das DROGAS, e o elitismo. 
Saber se uma droga faz menos mal ou mais mal é uma questão da medicina, da psiquiatria da neurologia e do próprio indivíduo. Sabemos que a maconha entre as drogas tem a classificação de mais leve, isso é para a maior parte das pessoas, já vi pessoas que entraram em surto psicótico e esquizofrênico pelo uso dessa substância.
Outra questão, a LUTA dos alunos é para que os policiais sejam proibidos de atuar no  campus universitário,  ou então que esteja lá só para “vigiar e punir” quem não estuda na universidade, os “diferenciados” , nesse momento  voltamos a uma pergunta: Qual o papel do policial em uma ronda?  “ está tipificada no Art.144, §5º da Constituição Federal: § 5º - às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública” dentro dessa função policial temos a Lei 11.343/06: procedimento policial nos crimes de posse de droga para uso próprio;
(http://www.boletimjuridico.com.br/doutrina/texto.asp?id=1682)  que diz a respeito da apreensão do usuário e das medidas a serem adotadas, em nenhum momento da lei existe alguma restrição a respeito do usuário ser universitário ou não.
Dessa forma a policia estava seguindo as suas funções, qual a função do estudante? Estudar ser um cidadão crítico, será futuramente um formador de opinião,  lutar pelo direito de todos pelos DIREITOS HUMANOS. Será que é essa atitude é compatível com o que se espera dessa classe da sociedade?
Não estou defendendo um lado nem outro, apenas tenho a minha convicção que se a maconha for liberada que fume na sua casa... com os seus pais e não em lugares públicos outras pessoas não são obrigadas a compartilhar do cheiro ou dos efeitos. 
E os policiais estão para defender à tod@s assim como para aplicar a lei à tod@s que descumprirem as regras ditadas pela legislação, por  mais que achamos erradas e arbitrárias essas leis cabe a nós lutarmos para que haja mudanças e não simplesmente burlar, seja esses adolescentes ou não. Na  psicologia sabemos muito bem  que o  “adolescente precisa de limites”...
Quais são os limites????

domingo, 6 de novembro de 2011

PALESTRA SOBRE RECURSOS HÍDRICOS





Ontem dia 05/11/2011 o projeto Eco cidadão proporcionou  à população de Bertioga uma palestra sobre Recursos Hídricos, realizada na casa da Cultura de Bertioga.
Como palestrantes tivemos Elizabeth Barbosa ( coordenadora pedagógica e técnica ambiental do projeto)   que discorreu sobre os tema de Gestão Integrada de Recursos Hídricos, Plano Nacional de Bacias Hidrográficas, Bacia hidrográfica e Região hidrográfica, Plano Estadual de Recurso Hídricos, Comitê de Bacias e  a importância da participação da sociedade civil.
Maria Carvalho (Educadora Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente) discorreu sobre a bacia hidrográfica da região de Bertioga, Ciclo Hidrológico, Necessidade da água para a vida, Noções sobre a Otorga da água na região.

Os alunos do projeto compareceram,  tivemos também  a presença de alguns convidados, todos tiveram a possibilidade de se manifestar  com perguntas, ideias, informações adicionais e mesmo brincadeiras, foi uma manhã muito produtiva e descontraida, como tem sido todos os encontros com esse grupo.
Veja algumas fotos

O LOCAL


BASTIDORES

Abaixo a preparação...educadoras em ação
Eliana, Carmem, Débora, Luciana, Rapaz do TCC


Edilaine (coordenadora)  e Raquel (técnica Ambiental) resolvendo assuntos administrativos

Cinthia fazendo o delicioso café! E a Lili (educadora) no cantinho da porta


Raquel na recepção 


Quantidade de água em relação a quantidade de população das regiões


Participantes...atentos

  Hidrografia: além das nossas fronteiras

Participação da sociedade civil
 Maria Carvalho a Importância da água

  Maria Carvalho a Importância da preservação e recuperação dos corpos D'agua

Participantes ...agradeço a tod@s

****************************************************************

Foto tirada pelo rapaz que está fazendo o TCC sobre os trabalhos da AVEPEMA


Rapaz que está fazendo o TCC sobre a AVEPEMA


PARQUE DOS DINOSSAUROS

Esse cliente tem cinco anos, encontrou dentro do porta lápis um dinossauro e queria construir um habitat para ele, vasculhou o consultório e encontrou uma cestinha com vários tipos de conchas, e com esse material criou um ambiente onde o dinossauro viveu durante toda a sessão.
Veja as fotos, clicladas por ele, ele focalizou e junto verbalizou o que achou mais importante nessa produção.




Ele queria ver sua mão  pintando, eu cliquei
.

O FOGUETE

Esse cliente tem cinco anos, e queria construir um foquete...na realidade queria um foguete de controle remoto, mas conforme fomos conversando ele achou que seria bem legal construir o SEU foguete, na sessão seguinte levamos os materiais para a confecção, veja o resultado. As fotos foram clicadas por ele.


CLICADAS DE UMA CRIANÇA NO CONSULTÓRIO

Abaixo algumas fotos que foram "clicadas" pelos crianças que estão em processo terapêutico.




Estamos acompanhando o crescimento da unha...ela está parando de roer a unha, fica feliz quando percebe que cresceu um pouquinho.





Essas fotos ela clicou da sua produção no jardim japonês e nos vasos  de flores secas...ela amou a experiência de criar e depois poder fotografar para mostrar para a mãe.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

UNIFESP RECRUTA VOLUNTÁRIOS PARA PESQUISAS

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), reconhecida pelo desenvolvimento de pesquisas e estudos científicos, oferece vagas para voluntários nas seguintes áreas:

ENXAQUECA E DISTÚRBIOS DO SONO EM CRIANÇAS – GRUPO CONTROLE

O Setor de Investigação e Tratamento das Cefaléias, do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Escola Paulista de Medicina da Unifesp, está recrutando crianças de ambos os sexos com idade entre 6 e 12 anos sem queixas de enxaqueca, exceto as decorrentes de processos infecciosos agudos, como gripe, amigdalite e otite para analisar a relação entre enxaqueca e distúrbios de sono nas crianças.
O sono, tanto qualitativamente como quantitativamente, tem uma influência muito importante no controle das crises de enxaqueca. Os participantes serão avaliados através de exame de Polissonografia, que será feito no Instituto do Sono. As crianças terão que dormir uma noite no Instituto, juntamente com um responsável.
Os voluntários não podem apresentar problema neurológico ou psiquiátrico, como epilepsia, paralisia cerebral, retardo mental, depressão, transtorno de ansiedade ou outro diagnóstico psiquiátrico. Também não podem estar em uso de medicamentos com ação sobre o sistema nervoso central, como Ritalina, ou medicamentos para o controle de crises epilépticas, antidepressivos e calmantes.
O exame da Polissonografia não implica em nenhum ônus ao responsável e na eventualidade de o exame revelar alguma alteração, haverá acompanhamento e orientação clínica.
Os interessados deverão procurar o Ambulatório de Neurologia – (Cefaléia) Balcão 5 junto à Rua Napoleão de Barros, 771.  O atendimento será realizado todas as quintas-feiras das 10h às 12h. O agendamento pode ser feito de segunda a sexta feira, das 09h às 11h com Daniel Eugênio, no telefone (11) 5576-4139 ou pelo endereço eletrônico daniel.eugenio@unifesp.br
CRISES DE ENXAQUECA EM ADULTOS

O Ambulatório de Cefaleias da Unifesp recruta voluntários, de ambos os sexos, com idade entre 18 e 40 anos, que tenham enxaqueca, com crises ocorrendo de duas a 12 vezes por mês (até máximo de três vezes na semana) nos últimos três meses.
Os interessados, que não devem apresentar outros problemas de saúde, serão atendidos no ambulatório para participação de pesquisa sobre enxaqueca e funções auditivas. São oferecidas 30 vagas.
As inscrições podem ser feitas pelo telefone (11) 5576-4778, das 8h30 às 12h, falar com Joni.

TRATAMENTO DE AFTA RECORRENTE

O Ambulatório de Estomatologia, do Departamento de Otorrinolaringologia e Cabeça e Pescoço da Unifesp recruta homens e mulheres, com idade acima de 18 anos, para participar de uma pesquisa sobre tratamento de afta recorrente.
Os interessados poderão entrar em contato para agendar consulta no telefone (11) 5084-9965 ou por e-mail estomatologia@unifesp.br

INSÔNIA E EXERCÍCIOS FÍSICOS
O Centro de Estudos em Psicobiologia e Exercício (CEPE) da Unifesp seleciona voluntários, homens e mulheres, que tenham entre 30 e 55 anos e sofram de insônia, para participar de estudo com quatro meses de duração sobre o efeito do exercício físico no padrão de sono.
A insônia afeta um terço da população adulta e 10% dos pacientes relatam queixas crônicas, com prejuízos físicos, psicológicos e ocupacionais.
Os interessados podem se inscrever pelo telefone (11) 5572-0177 (com Carolina ou Alexandre) ou pelo e-mail insonia.exercicio@gmail.com
ORIENTAÇÃO PARA PAIS DE JOVENS USUÁRIOS DE DROGAS
A Unidade de Dependência de Drogas da Unifesp oferece 70 vagas no Ambulatório de Orientação aos Pais de Jovens entre 12 e 25 anos que consumam álcool em excesso ou qualquer outro tipo de droga, mesmo que não sejam dependentes. O ambulatório oferece oito sessões semanais gratuitas às quintas feiras, em horário comercial.
A tendência, na maioria dos casos, é a negação do uso de drogas dos filhos e a demora para a procura de ajuda. O sentimento de culpa, em muitos casos, impossibilita a busca por ajuda. Isso torna a situação insustentável e com pior prognóstico.
Alguns atendimentos já realizados pelo grupo indicam que a recuperação dos jovens está diretamente ligada à rapidez com que os pais reconhecem o problema e procuram o tratamento para os filhos.
Os interessados podem entrar em contato pelo telefone 5549-2500. O serviço está localizado na Unidade de Dependência de Drogas – Uded, na Rua Napoleão de Barros, 1038, próximo ao metrô Santa Cruz.

TRATAMENTO HOMEOPÁTICO PARA DEPENDENTES DE ÁLCOOL

O Departamento de Psicobiologia da Unifesp está realizando uma pesquisa com medicamento homeopático para o tratamento do alcoolismo. Podem participar homens e mulheres dependentes de álcool com idade entre 18 e 65 anos.
Os interessados podem entrar em contato com a Enfermeira Fran, no telefone 2149-0162, ramal 262, de segunda a sexta feira, das 8h às 17h.

PILATES
A disciplina de Reumatologia da Universidade Federal de São Paulo – Unifesp está recrutando voluntários com dor no pescoço há mais de três meses para participar de um estudo sobre o método Pilates de exercício físico.
Os voluntários podem ser de ambos os sexos, ter entre 18 e 65 anos e ter disponibilidade de participar duas vezes por semana dos encontros. Não podem ser voluntários os portadores de Fibromialgia ou outras doenças musculares, deficiência visual ou auditiva que possam atrapalhar os exercícios, usuários de remédio contra dores com tratamento iniciado a menos de três meses.
Para os praticantes de atividades físicas, recomenda-se que participem apenas os que iniciaram atividade regular há, no mínimo, três meses.
Os interessados podem entrar em contato com Luciana Araújo nos telefones 6049-4514/ 5478-4476/ 3083-4798 ou no e-mail lucianapilates@yahoo.com.br.
MENOPAUSA E QUALIDADE DE SONO
O departamento de Psicobiologia, da Unifesp, recruta mulheres, com idade entre 50 e 66 anos, que estejam na menopausa há pelo menos um ano e que apresentem, ou não, insônia ou que meditem regularmente há pelo menos três anos.
Elas participarão de pesquisa clínica com tratamento não farmacológico, aplicando técnicas de relaxamento, com o objetivo de verificar, por meio de testes, a capacidade de memória e a qualidade do sono.
As interessadas não devem tomar medicamentos antidepressivos, indutores do sono, e nem fazer reposição hormonal.
Inscrições: (11) 2149-0162, das 8h às 17h.

EXERCÍCIO E FIBROMIALGIA

A disciplina de Reumatologia da Universidade Federal de São Paulo – Unifesp está recrutando voluntárias para participarem de pesquisa sobre exercícios e fibromialgia.
Podem participar da pesquisa mulheres com diagnóstico de fibromialgia do com idade entre 18 e 60 anos de idades e que saibam nadar. Estão disponíveis 30 vagas para o estudo.
Os encontros acontecerão 3 vezes por semana, por um período de 12 semanas. As interessadas deverão entrar em contato com Giovana Fernandes pelo telefone 11-84987581.

TRATAMENTO DE INSÔNIA

O Departamento de Psicobiologia, da Unifesp, recrutas voluntários, com idade entre 20 e 64 anos, que tenham dificuldades em dormir, para estudo com o objetivo de tratar a insônia.
O voluntário realizará exames de sono, responderá a alguns questionários e fará exame laboratorial. O tempo de duração do estudo será de cerca de dois meses e, durante este período, ele deverá comparecer ao centro de pesquisa para quatro visitas.
Inscrições: (11) 5908-7094 / 7344 / 7121 (horário comercial)

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

SERVIÇOS PRESTADOS

PSICOLOGA COGNITIVA COMPORTAMENTAL



  •  Atendimento clinico de crianças, adolescentes e adultos
  •   Laudo para cirurgia bariátrica, laudos para afastamento das atividades laborais:
  •   Acompanhamento pré e pós cirúrgico; 
  •  Programas para portadores de Síndrome do Pânico;
  •  TOC - Transtorno obssessivo compulsivo;
  •  Transtornos alimentares;
  •  Orientação vocacional e profissional;
  •  Orientação de carreira.

LAUDOS PRA CIRURGIA BARIÁTRICA

Laudos emitidos a partir de cinco sessões, durante as sessões será seguido um protocolo:


  1. testes
  2. Inventários
  3. Entrevista
  4. Fechamento
  5. Será entregue um relatório detalhado de todos os procedimentos assim como dos resultados para a paciente, e um relatório básico para ser entregue ao profissional responsável pela cirurgia.

ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL/ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

A Orientação Profissional pode ser definida como um processo de autoconhecimento e conhecimento do mercado e das profissões, com o objetivo de auxiliar o indivíduo na escolha de uma profissão que responda a seus anseios. Assim reduz-se o risco de frustrações no âmbito profissional, as quais representam gasto de tempo e de dinheiro, além de desgaste emocional. 



A quem se destina?
 

A indivíduos que estão iniciando a busca profissional, ou insatisfeitos na carreira escolhida.


ETAPAS DO PROCESSO:

1) TRABALHO DE AUTOCONHECIMENTO:

- Desenvolvimento de trabalhos específicos para auxiliar o jovem ou adulto a descobrir questões acerca de si mesmo, identificando interesses, medos, valores e aptidões, proporcionando a associação de sua personalidade com os interesses profissionais.
- Utilização de técnicas e testes de autoconhecimento, ferramentas para identificação da habilidade intrapessoal, interpessoal e características de personalidade.

2) MAPEAMENTO DO PERFIL PROFISSIONAL:

- Elaboração do mapeamento do perfil profissional a partir da avaliação psicológica realizada, com o intuito de identificar as principais competências, habilidades e oportunidades de melhoria.
- Levantamento das possíveis áreas de atuação e carreiras relacionadas com o perfil profissional do jovem ou adulto.

3) APRESENTAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO

- Apresentação do mercado de trabalho a partir das características regionais, necessidades, tendências e perspectivas dos segmentos. - Discussão e reflexão acerca das características, limitações e perspectivas da área escolhida e as conseqüências levantadas a curo e médio prazo de sua decisão.


EMPRESAS

    Dinâmicas de grupo; Criatividade na liderança; imersão em jogos cooperativos e associativos; vivência de equipes de trabalho; etc.


Ecopsicologia/ Educadora Ambiental

    Consultoria e assessoria: Elaboração de projetos, Planejamento participativo; gestão e governança compartilhada; Implantação de projetos e processo de Agenda 21 local e do pedaço; Elaboração de plano de desenvolvimento Local sustentável e integrado, etc.

    Palestras: Elaboração de projetos, Agenda 21; Responsabilidade Social; empoderamento das mulheres; Educação ambiental; Recursos Hídricos; Consumo consciente, empreendedorismo, etc.

    Oficinas: Elaboração de projetos, planificação de futuro; ferramentas de avaliação avaliação de projetos; educação ambiental; horticultura urbana; permacultura, percepção ambiental, empreendedorismo, oficina de coesão de grupos, etc.

REUNIÃO PEDAGÓGICA - ECO CIDADÃO BERTIOGA

Reunião pedagógica do Projeto Eco Cidadão Bertioga dia 04/11/2011


Elizabeth Barbosa; Liliane Haro; Luciana Zaco; Debora Tomazette; Raquel Zambeli; Carmem Lídia; Nana Solon Mota (tirou a foto)

APRESENTAÇÃO DO PROJETO ECO CIDADÃO BERTIOGA

As Educadoras e a Equipe de trabalho no dia 01/11/2011 no Centro Cultural de Bertioga para a apresentação do projeto Ecocidadão Bertioga.